O valor histórico da Casa Grande e Capela de Santo Antônio pode ser atribuído a vários fatores. Desde a data de construção, em 1681, até a importância de seus ilustres proprietários: Fernão Paes de Barros, Barão de Piratininga e o escritor modernista Mário de Andrade, este último adquiriu e doou os imóveis ao Serviço de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 1947.